Gerenciamento de crise

Lista de verificação para navegar pela Covid-19

Gerir em tempos de crise é um desafio para as organizações – e a governança moderna torna-se crucial. À medida que a Diligent navega por esses desafios, damos voz à conversa para ajudar os nossos clientes e parceiros a serem bem-sucedidos: por meio de parcerias, conhecimento e partilha de recursos. Desde aqueles que procuram ter uma base e encontrar um ponto de partida, aos que já lançam políticas, esta lista fornece uma lista de itens a serem considerados no plano moderno de governança e continuidade de negócios. À medida que a conversa continua a evoluir, nós também evoluimos. Por favor, seja um parceiro e uma voz na conversa.

Entender a ameaça

A parte mais importante do gestão de crises é entender a ameaça à sua organização. Como são impactados a sede e os escritórios regionais? Quem está na estrada ou viajando nas principais regiões? Como é que a crise afeta as operações nos “bastidores”, como a cadeia de distribuição? Por meio de conversas diárias sobre liderança e recursos importantes, como os conselhos de viagem e os recursos do CDC da Johns Hopkins, as organizações estão a avaliar o seu nível de ameaça diariamente e a cada hora. Mais importante, garantem que todos os funcionários estejam seguros e que os clientes se sintam apoiados durante este período.

Avaliar iniciativas de negócios

Que iniciativas comerciais futuras precisam de ser canceladas ou ajustadas, como conferências, feiras comerciais e eventos organizados pela empresa? Como podem as organizações estabelecer políticas rapidamente e liberar comunicações aos clientes sobre mudanças globais? Para minimizar o impacto para os clientes, as organizações estão a prioritizar o cancelamento e o ajuste de quaisquer iniciativas de negócios que possam aumentar a exposição a indivíduos.

É parte das responsabilidades do Conselho de Administração rever seus processos com autocrítica e isenção. A adequação às novas directrizes da gestão corporativa envolve a modernização e, muitas vezes, a digitalização dos meios para acceder e compartilhar informação. As nossas ferramentas oferecem soluções de diferentes perfis e propósitos que asseguram ao gestor a tranquilidade de contar com as melhores práticas de governança corporativa.

Estabelecer diretrizes para os funcionários

Com base nos níveis de ameaça em cada escritório e região, é importante enviar comunicações aos funcionários com antecedência e frequência, e garantir que todos os funcionários e clientes se sintam seguros. Nas suas comunicações, as organizações estão a dar esclarecimentos  sobre a situação, estabelecendo diretrizes de viagem e políticas de auto-quarentena, estabelecendo sistemas de comunicação de emergência para funcionários, executando testes de preparação para o teletrabalho, organizando seminários on-line para a conscientização e treino para o trabalho remoto, oferecendo conversas de funcionários com gerentes, definindo check-ins frequentes para gerentes e muito mais.

Ative a continuidade dos negócios

Para garantir que clientes e parceiros possam confiar nos negócios durante este período, as organizações devem destacar as ferramentas, recursos e práticas de negócios em vigor para os seus clientes, incluindo o fornecimento de atualizações sobre infraestrutura e comunicações seguras, proteção da força de trabalho e suporte remoto a clientes. As organizações estão a fazê-lo planeando reuniões e comunicações digitais, e partilhando arquivos e mensages de maneira segura – especialmente com membros da diretoria, transformando eventos em experiências virtuais e adotando medidas abrangentes para garantir que os produtos e serviços operem com os mais altos níveis de desempenho e suporte .

Empregar governança moderna

Durante este período, as organizações precisam de vigiar e avaliar os níveis de ameaça, o impacto organizacional e os planos de resposta em tempo real. As organizações que reagem com rapidez e eficácia estão a conduzir chamadas executivas diárias para controlar a situação, configurando plataformas seguras de mensagens para comunicar sobre questões críticas, consultando regularmente consultores jurídicos sobre planos internos e externos, facilitando reuniões não planeadas e / ou de emergência com a diretoria e estabelecendo reuniões abertas entre o conselho e a gerência.

Em tempos de crise como o COVID-19, é fundamental que diretores e executivos usem ferramentas de mensagens seguras para conduzir os negócios do conselho e discutir outros tópicos e questões sensíveis.